É preciso muito conhecimento e dedicação para tratamento dos Rins.

Grande parte da população precisa de diagnóstico e tratamento diferenciado em relação aos RINS, A RENAL traz os melhores especialistas para um atendimento diferenciado e completo para Betim e região.

Leia Mais

Saiba mais sobre a alimentação.

Você sabia que o simples cuidado de ingerir mais vegetais frescos, crus, além de alimentos mais integrais, já impede notavelmente o desenvolvimento de dificuldades renais.

saiba Mais

Várias especialidades para cuidar de você !

A renal oferece várias especialidades médicas para cuidar de sua saúde, confira todos os profissionais que poderão atendê-lo com toda experiência.

Confira

Algumas medidas simples podem prevenir o aparecimento de doenças renais.

Pressão alta e diabetes. Se você tem um desses problemas deve ficar ainda mais atento aos cuidados com os rins. Isso porque é grande a possibilidade de aparecer uma doença renal.

Saiba Mais

Eu tenho Diabetes. E agora ?

Cerca de 16 milhões de brasileiros são diabéticos.

 

O que representa cerca de 8% do total de nossa população. Mais de 18 milhões de americanos têm diabetes e outros 41 milhões têm o chamado pré-diabetes. Você não está sozinho. Ter diabetes é estar em uma situação complexa, mas a boa notícia é que você pode prevenir ou retardar as complicações desta doença com pequenas mudanças em seu estilo de vida. Leva tempo para adquirir as habilidades necessárias para controlá-la, mas existem especialistas que podem te ajudar. Pergunte ao seu médico onde encontrá-los. Outra opção são os grupos de suporte em diabetes, nos diversos sites de interesse existentes. Você se surpreenderá com tudo que pode aprender e verá como é fácil controlar as alterações na sua glicemia. Tudo isso vai contribuir para a melhoria no seu estilo de vida. Portanto, é necessário que você tenha uma noção básica do que está vivendo.

 

O que é pré-diabetes?

É uma condição em que os níveis de glicose são mais altos que o normal, mas não tão altos para dar o diagnóstico de diabetes tipo 2 (o tipo mais freqüente). Pessoas com pré-diabetes têm maiores riscos para desenvolver diabetes tipo 2, doenças do coração e derrames (acidentes vasculares cerebrais). Uma vez cientes desta condição, podem iniciar medidas preventivas.

 

O que é diabetes?

Diabetes mellitus tipo 2 é o tipo mais comum nos Estados Unidos. Ele afeta quase 90% das pessoas que têm diabetes. Ocorre quando o nível de glicose (açúcar) no sangue fica muito alto. A glicose é o combustível que as células do corpo usam para obter energia. O diabetes tipo 2 ocorre quando não há produção suficiente de insulina por um órgão chamado pâncreas ou porque o corpo se torna menos sensível à ação da insulina que é produzida - a chamada resistência à insulina. A insulina ajuda o corpo a levar a glicose para dentro das células. A maioria das pessoas que têm diabetes do tipo 2 apresentam idade superior a 40 anos, possuem sobrepeso e estão fora de forma. O controle de peso, o aumento da atividade física e, em alguns casos, o uso de medicamentos pode melhorar os níveis de glicose no sangue. O diabetes não pode ser curado, mas pode ser controlado. Controlando os níveis de glicose no sangue, as complicações do diabetes, como doenças do coração, cegueira e complicações renais podem ser prevenidas ou postergadas.

 

Quais os objetivos do tratamento?

O objetivo principal do manejo do diabetes é o controle dos níveis de glicose no sangue. Este nível deve ser mantido entre 80-120 mg/dl antes das refeições, segundo a Associação Americana de Diabetes. Seu médico irá recomendar o nível desejado para você. Mantendo seu nível de açúcar no sangue o mais próximo possível do seu alvo, você vai conseguir manter-se saudável. Outros objetivos recomendáveis para pessoas que têm diabetes são a redução dos níveis de pressão arterial e a diminuição dos níveis de colesterol e de triglicérides (gorduras no sangue). Se eles estiverem altos, você corre mais risco de sofrer um problema no coração ou um derrame. Para os diabéticos fumantes, a melhor opção é parar de fumar. Este hábito acelera todos os problemas associados ao diabetes, porque diminui o fluxo sangüíneo e a oxigenação das células. Outro cuidado é evitar o uso de medicamentos que podem agredir o pâncreas como cortisona e diuréticos tiazídicos.

 

O que muda na minha dieta?

A escolha da sua alimentação vai afetar o controle do seu diabetes. Alimentos que contenham açúcar natural ou adicionado vão alterar mais os seus níveis de glicose que os alimentos que têm principalmente proteína e gordura. Um nutricionista pode ajudá-lo a preparar um planejamento de refeições saudáveis com uma variedade de alimentos, levando em conta seus alimentos prediletos. Controlar a quantidade de calorias ingeridas é importante para o controle do diabetes. Uma perda de peso de apenas 5 a 10 quilos pode fazer grande diferença no controle de seu nível de glicose sangüínea e de sua pressão arterial. Beber bastante água, ingerir alimentos ricos em fibras e comer menos gorduras irá ajudar. Observar a ingestão de sal (sódio) também auxilia se você têm pressão arterial alta (hipertensão). Limitar a ingestão de gorduras sólidas ajuda a controlar seus níveis de colesterol. A maioria das pessoas pensa que comer a mesma quantidade de alimentos em tempos mais ou menos idênticos a cada dia ajuda a controlar seus níveis glicêmicos. Pular refeições é uma má idéia, especialmente se você usa medicamentos para diabetes. A falta de uma refeição também pode fazer com que você coma mais na próxima refeição, aumentando o ganho de calorias. Você não precisa comprar alimentos especiais para diabéticos. O planejamento de suas refeições com um nutricionista vai ser bom para você e para toda a sua família.

 

Devo fazer alguma atividade física?

Fazer uma atividade física é muito importante. Níveis sangüíneos adequados de glicose e controle de peso são difíceis de serem alcançados sem uma atividade física regular. Atividades físicas podem incluir apenas uma maior movimentação no seu dia-a-dia, dirigir menos e andar mais, trocar o elevador pelas escadas, fazer serviços de jardinagem ou passear com o seu cachorro. Todas elas aumentam o gasto de calorias. Um programa de atividade física regular também é muito bom. Para a perda de peso, exercícios que aumentam a freqüência cardíaca de acordo com limites estabelecidos para a sua idade ajudam a obter melhores resultados. Boas escolhas são caminhadas em ritmo acelerado, natação, exercícos aeróbios na água e ciclismo. Se você não está se exercitando regularmente ultimamente, visite um médico antes de começar. Os resultados deste checkup ajudarão a escolher a atividade mais apropriada para você. O objetivo é fazer mais de alguma coisa que você goste. Você deve praticar atividades físicas pelo menos 5 dias na semana. Exercícios com seu parceiro(a) ou com um grupo de amigos pode ajudar a aumentar sua atividade física e seu prazer. Você vai conhecer melhor seus níveis de glicose quando praticar seus exercícios sempre no mesmo horário do dia.

 

Como devo fazer a monitorização dos níveis de glicose no meu sangue?

A monitorização da sua glicemia é o único meio de saber se o seu diabetes está sob controle. A sua equipe médica lhe dirá a freqüência com que ela deve ser checada. Estas informações vão lhe ajudar a ver padrões de controle do seu diabetes. Se você tiver três valores nos mesmos horários a cada dia que estiverem acima ou abaixo do seu alvo, você pode mudar a sua alimentação, exercícios ou medicações habituais. Registrando suas medidas de glicemia, o que você come, o que você fez neste dia e quanto de medicamento você tomou ajudará você a identificar outros padrões.

Há muitos monitores de controle disponíveis. Um farmacêutico ou um especialista em diabetes pode te ajudar a decidir qual o melhor para você. Sempre leve o seu monitor e o registro de suas glicemias com você quando for visitar o seu médico. Eles podem testar se seu monitor está funcionando perfeitamente e se você está checando-o corretamente. Também é válido levar anotadas as medicações que está usando ou, se usa insulina, qual a dose e os horários habituais. Para isso, guarde as prescrições de seu médico e exija dele que seu receituário seja feito de maneira legível.

 

 

.

Crise

Urinária

Cistite é o nome que se dá para doenças inflamatórias e/ou infecciosas da bexiga.

A cistite inflamatória sem infecção pode ter várias causas, como produtos químicos, medicamentos, doenças alérgicas, parasitárias, imunológicas e irradiação.

Leia mais

Pedra

Nos Rins

As anormalidades da composição urinária têm, no volume urinário diminuído, o principal fator na formação de cálculos.

A formação de cálculos é um processo biológico complexo, ainda pouco conhecido, apesar dos consideráveis avanços já realizados...

Leia mais

Edema

Liquidos

O edema é o acúmulo anormal de líquido no espaço intersticial. Ele é constituído por uma solução aquosa de sais e proteínas do plasma.

Na formação do edema, essas doenças desencadeiam várias alterações que têm como conseqüência o edema.

Leia mais

Evite

Alimentos ricos em sódio

Evite alimentos ricos em sódio como embutidos em geral.

(salsicha, salames, mortadelas) ou carnes processadas, pois sódio em excesso é mais difícil de ser eliminado pelo organismo na Insuficiência Renal

Leia mais

 

Saiba

A alimentação saudável é fundamental

Informe-se sobre como deve ser a ingestão de alimentos ricos em potássio:

como banana, mamão, tomate, abóbora, acelga, carne, batata, feijão.Na Insuficiência renal, em muitos casos, o excesso de potássio não pode ser eliminado e pode levar a complicações sérias...

Leia mais

 

Água

Saiba mais sobre os Liquidos

Converse com seu médico sobre o limite de água.

Caso você precise limitar o consumo, evite excessos de alimentos como por exemplo: leite, chá, café, sopas;

Leia mais

 

Diálise

Peritonial

Neste texto tentaremos responder a você as principais perguntas feitas aos médicos nefrologistas.

A DIÁLISE PERITONEAL é  uma opção de tratamento para os pacientes que sofrem de doença renal crônica avançada.

Leia mais

Pedra

Nos Rins

As anormalidades da composição urinária têm, no volume urinário diminuído, o principal fator na formação de cálculos.

A formação de cálculos é um processo biológico complexo, ainda pouco conhecido, apesar dos consideráveis avanços já realizados...

Leia mais

Edema

Liquidos

O edema é o acúmulo anormal de líquido no espaço intersticial. Ele é constituído por uma solução aquosa de sais e proteínas do plasma.

Na formação do edema, essas doenças desencadeiam várias alterações que têm como conseqüência o edema.

Leia mais

Crise

Urinária

Cistite é o nome que se dá para doenças inflamatórias e/ou infecciosas da bexiga.

A cistite inflamatória sem infecção pode ter várias causas, como produtos químicos, medicamentos, doenças alérgicas, parasitárias, imunológicas e irradiação.

Leia mais

Pedra

Nos Rins

As anormalidades da composição urinária têm, no volume urinário diminuído, o principal fator na formação de cálculos.

A formação de cálculos é um processo biológico complexo, ainda pouco conhecido, apesar dos consideráveis avanços já realizados...

Leia mais

Edema

Liquidos

O edema é o acúmulo anormal de líquido no espaço intersticial. Ele é constituído por uma solução aquosa de sais e proteínas do plasma.

Na formação do edema, essas doenças desencadeiam várias alterações que têm como conseqüência o edema.

Leia mais

Dúvidas sobre atendimento

A RENAL tem o prazer de oferecer mais comodidade aos seus pacientes.

Nefrologista e os Rins

O que é um Nefrologista?

Essa e várias outras perguntas para voçê entender mais sobre Rins e conhecer essa especialidade tão importante para todos nós.

Saiba Mais

Apostilas sobre doenças Renais

Nutrição e Insuficiência Renal Crônica

Para o paciente com insuficiência renal crônica, a dieta é uma parte importante do plano de tratamento....
Leia...

PREVINA-SE: Você pode ter uma doença renal e não saber

As doenças renais crônicas (DRC) atingem mais de 500 milhões de pessoas em todo o globo. No Brasil,...
Leia...

Tratamento conservador

  TRATAMENTO CONSERVADOR DA DOENÇA RENAL CRÔNICA Nesse texto tentaremos responder a você as principais...
Leia...

Eu tenho Diabetes. E agora ?

Cerca de 16 milhões de brasileiros são diabéticos.   O que representa cerca de 8% do total de nossa...
Leia...

PARE DE AGREDIR O SEU RIM


PARE DE AGREDIR O SEU RIM   SE VOCÊ RESPONDER SIM A UMA DESSAS PERGUNTAS, PERGUNTE A SEU MÉDICO...
Leia...